CLIPPING


Img unnamed

Comemoração das bodas de ouro

15 Jan. 2015

Há 50 anos o jovem ourives chegava a Brasília para fundar uma das marcas de joias mais tradicionais e conhecidas da cidade.

Wander Tavares deixou sua querida Patos de Minas e veio para Brasília em 1964. Acreditava que o futuro estava na nova capital e que a cidade que nascia era terreno fértil para o seu progresso. Apesar da pouca idade, não chegou aqui com uma mochila nas costas ou como se costuma dizer, com uma mão na frente e outra atrás. Aos 16 anos já tinha um ofício, como ourives era reconhecido e respeitado em sua região, confiança no que fazia também não lhe faltava.

Fundou aqui a Tavares Joalheiros, empresa que administra ao lado da mulher Vânia e dos filhos Viviane, Fernanda e Alexandre. “Cheguei em Brasília em 1964 e logo me instalei na Avenida comercial sul em Taguatinga, foco doa acontecimentos comerciais da época e, por aproximadamente cinco anos formei uma grande clientela. Era uma fase muito promissora, Brasília progressista aspirava status e, sem dúvida, nada mais importante que uma que uma bela e exclusiva joia para demonstrar distinção e elegância. A exposição era expressiva, pois cada cliente era uma vitrine, ademais havia a liberdade do uso de joias no dia a dia, dada a tranquilidade da nossa cidade naquela época”, lembra Wander.

Em 2014 a marca completou 50 anos e para comemorar lançou no mercado em um belo coquetel no dia 06 de dezembro a exclusiva coleção Jubileu que foi desenhada e executada especialmente para comemorar as bodas e conta com peças exclusivas e limitadas, trabalhadas em sua maioria em ouro amarelo e diamantes. A data que reforça a tradição da marca, também investe em modernidade e adianta que para 2015 pretende alçar voos mais altos com o lançamento de um e-commerce. Com o envolvimento dos herdeiros, que venha mais 50 anos!

Wander conta que foi seminarista numa instituição franciscana dos 12 os 14 anos, e que era comum nessas instituições que fossem passadas uma série de ensinamentos e habilidades, e ele se saía muito bem na produção de pequenos objetos, como correntes para os terços. “E foi assim que começou, saindo dali eu já tinha um caminho para uma profissão, o que para mim e para a minha família, de origem humilde, foi de muito valor”.

Mais que a descoberta de uma habilidade a experiência no seminário deu a Wander muita maturidade e noções de responsabilidade também. Lá ele teve a oportunidade de aprender com grandes mestres joalheiros como Reinaldo, que formou tantos outros profissionais da grande escola H. Stern, onde Wander prestou assistência, além das empresas Mason e Natan. Mas é com grande admiração e respeito que Wander fala sobre o senhor José Bonfim, outro mestre com quem teve a oportunidade de aprender mais sobre a profissão. “Ele não só lapidou meu talento como realmente foi definitivo para toda minha vida, profissional e pessoal, e também me ensinou sobre caráter e seriedade, dizia que a grande malandragem da vida é ser correto e honesto”.

Em meados de 1969, Wander inaugurou a sede da Tavares Joalheiros na 509 sul, onde a identidade própria da Tavares foi sedimentada, dando início ao fortalecimento e credibilidade da marca, que cresceu junto com a cidade.

Ainda hoje Wander se dedica à ourivesaria, que é seu hobby e conserva todos os clientes que procuram exclusividade, confiança e assistência com hora marcada. No geral os clientes da Tavares Joalheiros possuem um perfil conservador, que veio da forma amiga e fedelizada de cada atendimento, transmitindo sempre muita confiança e segurança. “Contudo, objetivamos e estamos conseguindo formar e atrair clientes de novas gerações, pois estamos atentos à linha jovem, sem perder a identidade com o clássico”, afirma Wander, que enxerga como desafio o crescimento com os pés no chão, mas que uma nova proposta está em curso. Ele diz que seu filho Alexandre é um grande defensor do e-commerce e que está convencido de que este é o caminho e que certamente será o negócio do futuro. Uma das opções para o serviço de e-commerce será a linha Opzione, um braço da Tavares que fabrica joias alternativas que trabalha com pedras brasileiras num padrão mais voltado para o dia a dia, são mais acessíveis, porém vistosas e bonitas. “A geração de empregos está voltada para esta nova geração, pois buscaremos pessoas com esse perfil para acompanhar o desenvolvimento deste novo segmento”, completa ele.

Com apreciação e aprovação da família as coleções ainda são assinadas por Wander, que pretende passar em breve o bastão para a filha Viviane, que atua na criação e vem se aperfeiçoando com cursos. “Acredito que a médio prazo ela assumirá a criação deixando pra mim apenas a execução”. Quanto ao estilo da marca Wander diz que qualidade e segurança são as características mais marcantes e que a joia com certificação assegura a autenticidade do produto. Outro destaque é a garantia, pois a Tavares Joalheiros conta com assistência permanente, assim os clientes são bem assistidos, o que os faz retornar e indicar outros novos amigos.

Nesses 50 anos Wander lembra que o maior desafio que enfrentaram foi passar por um grande assalto que aconteceu em 1984. “Nem é bom lembrar, mas reunimos a família, colaboradores, fornecedores e nos demos as mãos. Fizemos como a Fênix, renascemos das cinzas e vamos festejar os 50 anos que é bem melhor".

Coluna vip do Jornal da Comunidade de 06 de dezembro de 2014.